São José, rogai por nós!

 19 de março,  Dia de São José, patrono da Igreja.

Neste mundo com tantos problemas de corrupção, elevemos nossas preces a São José, pai de Jesus Cristo e patrono da Igreja, modelo de honestidade, justiça e integridade.

Confira as celebrações deste dia pela Diocese

 

Paróquia São José – Jundiaí

No dia 19 de março, às 19h30 acontece a Procissão de Fiéis e devotos seguida de Missa Solene.

Nos finais de semana 10 e 11/3 e 17 e 18/3, haverá quermesse com barracas de comidas, doces e bebidas.

A Igreja matriz de São José se localiza na Rua Mariano Latorre, 276, Parque Almerinda Chaves, Jundiaí. Telefone: (11) 2816-4605.

Paróquia São José – Itu

Dia 19 de março, as Missas Festivas serão às 8h30 e 19h.

A Igreja matriz da Paróquia São José se localiza na Praça Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, s/n, Vila São José, Itu. Telefone: (11) 2715-2480.

Carmelo São José

No Carmelo as Missas Solenes de São José, intercessor especial do Carmelo, estão marcadas para o dia 19 de março, às 7h e 17h.

O Carmelo se localiza na Avenida Dom Pedro I, 531, Vila Loyola, Jundiaí. Telefones: (11) 3964-3291; 3964-3292.

História

A história sagrada apresenta José como sendo um homem humilde, justo e, de profissão, carpinteiro.

Era descendente do rei Davi, viveu em Nazaré, na Galileia, e é apresentado pelos evangelistas Mateus e Lucas como o esposo de Maria, a Mãe de Jesus. José aparece nos episódios que marcaram a infância de Jesus, desde a gruta de Belém até na fuga para o Egito, para terminar na longa viagem de volta a Nazaré.

Encontramos novamente José em Jerusalém, quando o menino Jesus, com 12 anos de idade, explicava a lei divina aos doutores e sábios no templo.

Com certeza José e Maria guardavam, no coração, tudo o que estava acontecendo na vida do pequeno Jesus.

Patrono da Igreja

Em 1621, Gregório XV declarou de preceito a festa litúrgica deste dia.

Pio IX elegeu são José padroeiro da Igreja, e os papas sucessivos o enriqueceram de outros títulos, instituindo uma segunda comemoração no dia 1º de maio, ligada a seu modesto e nobre ofício de artesão.

A Igreja o escolheu como padroeiro da boa morte, pois José deve ter terminado sua caminhada na terra ao lado de Jesus e Maria. São José também foi escolhido como modelo de todos os trabalhadores, padroeiro das Vocações e sua espiritualidade deu origem a inúmeras Congregações religiosas, masculinas e femininas, que operam no mundo, seguindo seu estilo e carisma.

Não esqueçamos que o Papa Francisco, há poucos meses, mandou inserir, na Liturgia eucarística, o nome de São José, que assim é invocado diariamente na hora da Missa, bem logo após a Consagração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *