Religiosas Scalabrinianas celebram memória de Beata Assunta Marchetti

As Irmãs Scalabrininas, da Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo prepararam uma festa em memória a religiosa italiana Beata Assunta Marchetti, que viveu em São Paulo e foi beatificada em outubro de 2014.

Nesta segunda-feira , 1º de julho,  o Arcebispo Metropolitano de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, celebrou na Paróquia São Carlos Borromeu, na Vila Prudente (SP).

Madre Assunta é co-fundadora da Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeu (Scalabrinianas).

De acordo com a Irmã Alvarina Rezende, MSCS, coordenadora diocesana da Conferência dos(as) Religiosos(as) do Brasil (CRB) – Núcleo Diocesano: “A celebração foi momento de “ Rezarmos por nossa família e colocar cada um e cada uma no coração bondoso da nossa Beata Assunta Marchetti”, completou.

História

Assunta Marchetti nasceu em Lombrici – Camaiore, Itália, em 15 de agosto de 1871 e faleceu em São Paulo junto aos órfãos do Orfanato Cristóvão Colombo (atualmente chamado Associação Educadora e Beneficente Casa Madre Assunta Marchetti), no dia 1º de julho de 1948, no bairro de Vila Prudente.

Em 25 de outubro de 2014, Madre Assunta foi beatificada em missa presidida por Dom Odilo e com a presença do prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, Cardeal Angelo Amato, enviado do Papa Francisco para presidir o Rito de Beatificação da religiosa.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *