11 de abril de 2021

Jundiaí /SP

Prontos para um novo começo

“Tudo tem seu tempo. Há um momento oportuno para cada coisa debaixo do céu” (Ecl 3,1)

 

Caríssimos leitores e leitoras: realmente estamos vivendo um tempo sem precedentes. Por causa da pandemia causada pelo coronavírus, que tem afligido milhões de pessoas mundo afora e, particularmente, no Brasil e em nossa cidade e região, vemo-nos hoje obrigados a viver um novo estilo de vida, que tem por princípio o distanciamento social. Muitas vezes, dentro das nossas próprias casas, somos obrigados a nos afastarmos de quem amamos, e, nesse caso, o fazemos por amor e porque queremos o bem a eles.

Estamos beirando a marca dos três meses de quarentena, e a sociedade dá indícios de que é necessário voltar às atividades cotidianas. Por isso, as autoridades começam a propor planos de flexibilização dessa quarentena, a fim de que, aos poucos, nossa vida retorne ao ritmo de antes.

É certo, todavia, que nós devemos ter muita cautela e responsabilidade nesse momento em que as portas começam a ser abertas. De qualquer modo, ainda vivemos tempos de pandemia, e as autoridades sanitárias nos alertam para o fato de que essa flexibilização não deve, de forma alguma, resultar como se já estivéssemos livres deste mal e, consequentemente, passemos a adotar um relaxamento de atitudes que nos façam retornar àquelas medidas proibitivas que já fomos obrigados a assumir. Por isso, urge que cada um de nós continue a fazer a sua parte, convencidos de que cada um é responsável não apenas por sua própria vida, mas também pela daqueles com os quais convivemos, trabalhamos e encontramos a cada momento.

Continuemos convictos de que não é uma atitude responsável, nos nossos dias, sairmos de casa sem um motivo plausível, sem que haja real necessidade. E também não podemos nos permitir ignorar os protocolos de segurança, por exemplo, como a necessidade de usar máscara e de mantermos distância segura de outros, em lugares públicos. Pequenos cuidados que tomamos farão toda a diferença no final das contas.

Como nos diz o livro da Bíblia Sagrada, chamado Eclesiastes (Qohélet, em hebraico, e que significa “assembleia”), para tudo há um tempo, para momentos bons e momentos difíceis. A todo custo, o ser humano tenta dominar a vida, que lhe escapa numa série de tempos diferentes. O segredo da vida consiste em saber valorizar cada momento de nossa existência, saber aceitar o momento presente como dom de Deus e ter discernimento para fazer a coisa certa no momento certo. Hoje, talvez mais do que em outros momentos de nossa história, urge que redescubramos novas maneiras de enfrentar a vida e de saber conviver com os outros, descobrindo as novas possibilidades de cada momento que ela nos apresenta.

Esta é a grande lição da sabedoria popular que o livro bíblico citado nos dá: em nossa vida, sempre haverá um “tempo de chorar e tempo de rir, (…) tempo de abraçar e tempo de se afastar dos abraços” (Ecl 3,4-5). É só saber viver!

 

Publicado no Jornal de Jundiaí em 07.06.2020.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Rolar para cima