13 de julho de 2024

Jundiaí /SP

Pesquisar

Pe. Leandro Megeto é o novo Subsecretário Adjunto Geral da CNBB

O Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) anunciou na manhã deste dia 20 de junho, o nome do padre Leandro Megeto, da Diocese de Jundiaí, como novo subsecretário adjunto geral

Desde agosto do ano passado, o Pe. Leandro exerceu a missão de Secretário Executivo do Regional Sul 1 da CNBB. Neste período, ele se dedicou ao trabalho na sede da entidade, na capital paulista, e participou de inúmeras reuniões, encontros e assessorias em todo o Estado a fim de favorecer o serviço de evangelização junto às pastorais, movimentos, organismos e serviços eclesiais, e também nas 42 dioceses paulistas.

Ao Pe. Leandro, nossas orações e parabéns pela nova missão, e nosso muito obrigado por tanto feito em nosso Regional!
A Diocese de Jundiaí se une em oração por esta nova missão do Pe. Leandro! Que a Virgem Maria esteja sempre guiando seus passos, @pe.leandro
Outras nomeações:
O Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) também aprovou outros nomes de assessores. Saiba quem são os escolhidos:

Assessor Canônico

Na função desempenhada atualmente pelo Arcebispo de Ribeirão Preto, Dom Moacir Silva, atuará o frei Alexandro Rufino, da Ordem dos Frades Menores. Membro da Província Franciscana de Santa Cruz (MG), o religioso tem 48 anos de idade, 24 de Vida Religiosa e 20 de Ordenação Presbiteral. Possui Mestrado e Doutorado em Direito Canônico pela Pontifícia Universidade Antonianum, de Roma (2013-2019).

Atualmente, frei Alexandro Rufino desempenha a função de vigário judicial do Tribunal Diocesano de Sete Lagoas (MG) e é assessor canônico da Província Franciscana de Santa Cruz. Também atuou como juiz auditor na Câmara Eclesiástica da Diocese de Sete Lagoas; consultor “ad casum” do Bispo Diocesano de São João Del Rei (MG) e da Irmandade do “Bom Jesus”, também em São João Del Rei.

Em sua especialização no âmbito do Direto Canônico, possui Curso de Aperfeiçoamento sobre os delitos mais graves reservados ao Dicastério para Doutrina da Fé, pela Sociedade Brasileira de Canonistas, além de Latim Canônico pela Pontifícia Universidade Antonianum.

Setor Universidades

Para o Setor Universidades da Comissão Episcopal para a Cultura e a Educação, foi escolhido o padre João Paulo dos Santos Silva, presbítero da Diocese de Luziânia (GO). Nascido em 28 de outubro de 1985, em Luziânia (GO), teve a ordenação presbiteral em 11 de dezembro de 2010.

Sua formação em Filosofia e Teologia livre foi pelo Seminário Maior Arquidiocesano de Brasília, entre 2006 e 2010. Na sequência, alcançou o bacharelado em Teologia, pela Faculdade Católica de Anápolis (GO), e em Filosofia, pela Pontifícia Universidade de Santa Cruz. Na mesma instituição, cursou mestrado em Filosofia, no ano de 2018.

Padre João Paulo também tem pós-graduação sobre a Doutrina e Espiritualidade de J. Ratzinger/Bento XVI, pelo Pontifício Instituto Patrístico Agostiniano. Em 2023, concluiu doutorado em Filosofia (2023), pela Pontifícia Universidade de Santa Cruz, em Roma.

Atualmente, é pároco da Paróquia Sagrada Família, em Valparaíso de Goiás (GO), e exerce as funções de vigário episcopal do Vicariato Centro da Diocese de Luziânia, assessor diocesano da Pastoral da Educação, capelão do Colégio Diocesano Sagrada Família, em Luziânia, e membro do Colégio de Consultores e do Conselho Presbiteral.

Comissão para a Doutrina da Fé

Comporá a dupla de assessores da Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé, junto com padre Douglas Alves Fontes, o padre Thiago de Moliner Eufrásio, da Diocese de Criciúma (SC).

Nascido no dia 8 de outubro de 1983, padre Thiago foi ordenado presbítero em 6 de março de 2010. Graduou-se em Teologia pela Faculdade Católica de Santa Catarina e em Filosofia pelo Centro Universitário de Brusque (SC). Tem mestrado e doutorado em Teologia Sistemática, ambos pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).

Rolar para cima
Rolar para cima