25 de julho de 2024

Jundiaí /SP

Pesquisar

Padre Paulo José Floriani, SDS, celebra 25 anos de Ordenação Presbiteral

Neste domingo, 30 de junho, o Pe. Paulo José Floriani, SDS, comemorou Jubileu de Prata Presbiteral. A celebração foi presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Arnaldo Carvalheiro Neto, e concelebrada pelo Diretor Provincial, Pe. Francisco Sydney de Macêdo Gonçalves, SDS, e vários presbíteros. Entre esses,  Pe. Luiz Spolti, SDS;  Pe. Jair Carlesso, SDS;  Pe. Cícero Charles Alves Vidal dos Santos, SDS;  Pe.Jurandir Batista de Souza, SDS, os Diáconos Salvatorianos Neive e Marcelo, e os Diáconos da Paróquia Edison Luiz Vittori e João Paulo Rizatto. Também estiveram presentes Leigos Salvatorianos de várias localidades, como Rio de Janeiro, São Paulo, Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista, além do postulante Gabriel de São José dos Pinhais. A mãe do Padre Paulo, sra. Irene Maria Duarte Floriani, o irmão Antônio Marcos Floriani e a cunhada Andréia Melsi Floriani, além de um casal de amigos de Jaraguá do Sul.
Em um momento de gratidão e união, alguns Leigos Salvatorianos renovaram seus votos durante a missa, marcando mais um motivo de celebração. A comunidade paroquial também comemorou os 46 anos de matrimônio do casal Carlos e Elizete, reforçando a importância da família e da fé na vida comunitária.
Durante a celebração, na homilia, Dom Arnaldo destacou a simbologia do poema “Cantares”de Antônio Machado, relacionando a caminhada da vida humana com o ministério do padre. Citando os versos: “Tudo passa e tudo fica, porém o nosso é passar, passar fazendo caminhos, caminho sobre o mar”, Dom Arnaldo refletiu sobre a jornada da vida e a liberdade de cada um em compor sua própria história.
O Bispo enfatizou que, assim como no poema, onde o caminhar é marcado pelas pegadas deixadas no caminho, a trajetória do Padre Paulo ao longo dos 25 anos de sacerdócio também é feita de escolhas e responsabilidades. Dom Arnaldo lembrou que a história de cada pessoa é sagrada e que Deus nos chama a colaborar com Seu plano de salvação.
Ao celebrar o jubileu, Dom Arnaldo reconheceu o compromisso e a dedicação do Padre Paulo, que respondeu ao chamado de Cristo e se uniu à família Salvatoriana. Ele destacou a capacidade do padre de unir a Eucaristia à vida, demonstrando o verdadeiro espírito de um bom pastor, acolhendo todos sem distinção.
Dom Arnaldo expressou também votos de perseverança ao Pe. Paulo, ressaltando que seu ministério é uma bênção para a congregação e para a Diocese de Jundiaí. Parabenizando-o pelo jubileu, o bispo desejou que os intercessores, Beato Francisco Jordan e o Apóstolo Paulo, continuem a guiá-lo em sua caminhada.
Ao final da celebração, os paroquianos e convidados se confraternizaram em um almoço comemorativo.
TEXTO E FOTOS: Paróquia Nossa SENHORA DA Conceição 
Rolar para cima
Rolar para cima