24 de outubro de 2020

Jundiaí /SP

Padre João Marrom recebe prêmio “Zumbi dos Palmares”

O prêmio foi entregue ao presbítero pelo prefeito municipal de Salto, José Geraldo Garcia, que destacou a humildade, seriedade e poder da palavra na pregação por parte do padre João Marrom.

O padre João Estevão da Silva (João Marrom) recebeu a honraria por sua atuação em defesa da Igualdade Racial na cidade e na Diocese de Jundiaí, além de ser o iniciador da Missa com Ritmo Afro-brasileiro na Paróquia São Benedito em 1998.

Em agradecimento, o sacerdote falou da sua alegria em receber tão importante honraria, por ser lembrado em sua passagem pela cidade. Falou também que “não devemos concentrar nossa luta apenas na Semana da Consciência Negra, mas em todos os momentos. Deus não tem raça, cor de pele, é Deus de todos. E quer que busquemos a paz através da convivência pacífica, sem discriminação e muito menos escravidão”.

A premiação ocorreu na solenidade de abertura da Semana da Consciência Negra na Estância Turística de Salto, realizada na noite desta quarta-feira, 8 de novembro, na Sala “Giuseppe Verdi”, em Salto, e foi marcada pela grande presença de público, discursos contra a intolerância racial e premiação de um total de 20 personalidades negras da cidade ou que passaram pela cidade e contribuíram para a promoção da negritude na cidade em diversas áreas de atuação.

Durante o evento ocorreram apresentações do Coral Afro Saltense, grupos de dança de raiz africana, e capoeira. Acompanhado do seminarista saltense Édipo Sanches, padre João Marrom foi cumprimentado por todos após a cerimônia.

A Semana da Consciência Negra, organizada pela Secretaria da Cultura do Município, terá atividades musicais, culturais e religiosas e segue até o dia 20 de novembro.

 

Colaboração: diácono José Carlos Pascoal

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Rolar para cima