O adeus da Irmã Augusta

“Esperamos como Salvador o Senhor Jesus Cristo ele transformará o nosso corpo mortal num corpo glorioso como o seu” (Fl 3,20-21)

É com grande pesar que comunicamos o falecimento da Irmã Augusta Peixoto, MSCS (Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo – Scalabrinianas ) ocorrido no domingo dia 25 de março. Com 93 anos de idade, e desses 65 anos foram consagrados a Deus e aos irmãos como Irmã Scalabriniana.

De acordo com informações da Irmã Sônia Delforno, MSCS, responsável pelo Centro de Espiritualidade Scalabriniana “irmã Augusta faleceu serenamente, como uma vela que se apaga”. A missa de exéquias foi celebrada na tarde da segunda feira, 26 de março, no Instituto São Carlos, em Jundiaí, seguida de seu sepultamento no jazigo da Congregação, no Cemitério Municipal de Jundiaí.

Missão

Irmã Augusta Peixoto nasceu em 26 de setembro de 1924, em Itu (SP), filha de Augusto Peixoto e de Palmyra Peixoto. Fez sua primeira Profissão Religiosa em 1952, em Aparecida (SP).

A religiosa dedicou grande parte de sua vida nos serviços de enfermagem, nos Hospitais e Santas Casas nas cidades de Itatiba, Monte Alto, Mirassol, Jaboticabal, Cambará e no Asilo Nossa Senhora a Candelária em Itu. Era uma Irmã muito dedicada, silenciosa, atenciosa para com as pessoas, disponível para o trabalho e quando precisou de cuidados soube aceitar os limites que sua natureza lhe impunha e era muito agradecida por toda a atenção que recebia.

Desde dezembro de 2003, integrava a Comunidade do Instituto São Carlos, em Jundiaí (SP),onde veio para tratamento de saúde e permaneceu até sua morte.

   Confiamos ao Senhor nossa Irmã Augusta para que viva a alegria eterna, participando da nova vida em Cristo ressuscitado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *