5 de dezembro de 2021

Jundiaí /SP

Jundiaí marca presença na 42ª Assembleia das Igrejas Particulares

No sábado, dia 30 de outubro, Dom Vicente Costa, Padres Leandro Megeto, Jorge Demarchi, Adriano Ferreira Rodrigues (diretamente de Pemba), Pe. Salathiel Westphalen de Souza, missionário da Diocese de Jundiaí em Roraima, e o secretário de Pastoral, Emerson Coletti, representaram a Diocese de Jundiaí, 42ª Assembleia das Igrejas Particulares (AIP), em Itaici.

Representantes das arquidioceses, dioceses, pastorais, movimentos e organismos do Estado de São Paulo também marcaram presença, no encontro que aconteceu na modalidade on-line.

Assembleia

A Sinodalidade em meio à realidade social e eclesial foi o tema central do encontro e tema de reflexão dos participantes. O Bispo Diocesano de Santo André, Dom Pedro Carlos Cipollini, discorreu sobre o tripé unidade, testemunho e missionariedade. “Só existe uma Igreja sinodal onde há comunhão e participação, base sólida da missão”, realçou.

Outro assunto, foi a V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e caribenho, apresentado por Dom Paulo Cezar Costa, Arcebispo Metropolitano de Brasília.

O centenário de nascimento do Cardeal Paulo Evaristo Arns, falecido em 2016, também foi lembrado. Após um vídeo comemorativo, sobre as diversas atividades que recordam a vida do 5ª Arcebispo de São Paulo, aos participantes, Dom Odilo Pedro Scherer, Cardeal Arcebispo de São Paulo, afirmou que várias iniciativas foram pensadas para celebrar o centenário “para que se mantenha viva a memória daqueles que conheceram o Cardeal da Esperança e para que a nova geração, que não teve contato com ele, possa conhece-lo” e completou “Dom Paulo representou uma palavra forte de esperança num período bastante tenebroso da história de nosso país”.

O Projeto Missionário também foi assunto da pauta. Dom Antônio Juliasse Ferreira Sandramo, Administrador Apostólico da Diocese de Pemba falou aos participantes da Assembleia. “No compromisso missionário está a entrega total de estar ao lado do povo sofrido! Agradecemos a colaboração do Regional Sul 1 em nosso território diocesano. Diante da falta de segurança, seja social e econômica, temos em Deus a única certeza”.  E o Pe. Adriano Rodrigues (presbítero da nossa Diocese) recordou e agradeceu o auxílio financeiro e humanitário prestado pelo Regional Sul 1 à diocese africana. Ele deu testemunho da atividade pastoral e explicou que ele e os demais missionários “vivem distantes uns dos outros e as dificuldades são muitas” e pediu à Igreja em São Paulo que envie mais pessoas para a atividade missionária além fronteiras. Por sua vez, o Padre Salathiel partilhou sua experiência missionária na Diocese de Roraima, que acontece desde janeiro de 2020.

Desde 2016, o Regional Sul 1 da CNBB ajuda com recursos humanos e materiais a Diocese de Pemba, Moçambique, África.

O território da Diocese africana abrange uma área de cerca de 82.625 km² com uma população de cerca 2 milhões de habitantes, dos quais 30% são católicos. A falta de padres e de recursos básicos, diante do cenário político conflituoso, compreendem os maiores desafios enfrentados pelos habitantes locais e pelos paulistas que lá colaboram com a atividade missionária.

A 42ª edição da AIP “foi a expressão da comunhão, participação e missão da Igreja no Estado de São Paulo”, ressaltou Dom Luiz Carlos Dias, Secretário do Regional Sul 1 da CNBB.

 

Com informações do Regional Sul 1 da CNBB.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Rolar para cima