Morre padre Léo, superior geral da Ordem dos Camilianos

Morreu na madrugada desta quarta-feira (24), em São Paulo (SP), o padre Leocir Pessini, Superior Geral da Ordem dos Ministros dos Enfermos, mais conhecidos como camilianos. Ele estava internado no Hospital São Camilo da Granja Viana (SP). Segundo a Ordem dos Camilianos, padre Léo como era conhecido, em sua recente doença, estava cercado pela grande preocupação de seus irmãos e pelo afeto de sua família. “Somos gratos ao Senhor, Deus da Vida, pelo dom da sua vida e da sua vocação camiliana”, finaliza comunicado da ordem dos Camilianos.

Padre Léo foi coordenador da Delegação de Pastoral da Saúde da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) entre 1994 e 1997 e membro da Equipe de Apoio do Observatório Pastoral do Conselho Episcopal Latinoamericano (CELAM). 

O velório será na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, no Bairro Pompéia (SP), a partir das 12 horas desta quinta-feira (25). Durante o dia serão celebradas sete Missas nos seguintes horários: 12h, 15h30, 19h,21h e vigília às 23h do dia 25 de julho e a meia noite, 7h e 9h.

O sepultamento será seguido da Santa Missa Exequial presidida pelo Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, marcada para às 9h desta sexta-feira (26).

Biografia

Padre Leocir nasceu em 14 de maio de 1955 na cidade de Ibicaré (SC), ingressou no seminário São Camilo em Iomerê (SC) iniciando o noviciado em 25 de janeiro de 1974. A primeira profissão religiosa na Ordem dos Ministros dos Enfermos foi em 26 de janeiro de 1975.

A profissão perpétua aconteceu em 25 de janeiro de 1978, a ordenação diaconal em 21 de fevereiro de 1980 e a ordenação presbiteral em 23 de outubro de 1980 por dom Paulo Evaristo Arns. Pe. Léo é doutor em Bioética sendo um grande referencial dessa área no Brasil. Escreveu inúmeros livros sobre o assunto e ministrou inúmeros cursos no Brasil e em outros países.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *