Missa do oitavo dia da 56ª AG da CNBB é presidida pelo Regional Nordeste 2

A missa do oitavo dia da 56ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, no Santuário Nacional de Aparecida (SP), foi presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife (PE) e presidente do Regional Nordeste 2, dom Fernando Saburido.

   Dom Fernando, Arcebispo de Olinda e Recife.

A celebração acolheu, os arcebispos, bispos e sacerdotes dos 18 regionais da CNBB, em especial, os do Regional Nordeste 2, formado por 21 dioceses, que compreende os estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

O arcebispo iniciou a homilia saudando as dioceses de Pesqueira, Garanhuns e Nazaré da Mata, que este ano, celebram seu centenário. Todas desmembradas da Arquidiocese de Olinda e Recife.

Dom Fernando Saburido refletiu o evangelho que situa Jesus na outra margem do mar da Galieia, também conhecida como Tiberíades e que a celebração da Páscoa deve reafirmar em nós o sentido da missão. Ser fonte de vida para todos e vida em plenitude.

“Nós bispos precisamos ser testemunhas da ressurreição nos dias de hoje, dando a vida as pessoas de quem ela está sendo tirada. Povos indígenas, migrantes, moradores de rua, crianças e jovens vítimas do tráfico, famintos idosos e desempregados. Trata-se de nos colocarmos juntos com os pequeninos de Deus”, destacou.

Ele recordou, também, que neste contexto pascal é preciso escutar as palavras dos Atos dos Apóstolos que conta a história da igreja na Samaria, uma igreja plantada no meio de um povo rejeitado pelo judaísmo oficial.

“Graças a Deus, temos no Brasil muitos irmãos e irmãs que vivem sua consagração a causa da justiça e da vida do nosso povo mais pobre. Como fazem também tantos leigos e leigas, a quem rendemos nossas homenagens, especialmente neste ano ao laicato”.

E continuou: “Afinal, o sacramento comum que recebemos é o Batismo que nos congrega como Igreja ministerial. É importante que nós bispos nos coloquemos em sintonia com essa caminhada do povo de Deus e que dela participemos mais concretamente como o nosso papa Francisco tem encorajado”.

Durante a homilia, dom Antônio Saburido falou do tema central do XVIII Congresso Eucarístico Nacional que será sediado, em Recife (PE), e que terá como tema: ‘Pão em todas as mesas’ e lema: ‘Repartiam o pão com alegria e não havia necessitados entre eles’ (cf. At 2, 46).

“O desafio é como fazer com que este tema do nosso congresso não fique a penas na sua formulação simpática e atraente e se traduza em solidariedade e ajude as nossas igrejas a retomar a Eucaristia como fonte e estímulo a verdadeira partilha do pão como chamava o livro dos Atos dos Apóstolos”.

O arcebispo finalizou a homilia clamando que a comunhão seja um sacramento verdadeiro e eficaz de partilha.

Fonte: cnbb.org.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *