12 de junho de 2024

Jundiaí /SP

Pesquisar

Missa de imposição das cinzas marca a abertura da Quaresma e CF 2022

Dom Vicente Costa, Bispo Diocesano, presidiu na noite desta quarta-feira, 2 de fevereiro, a missa de imposição das cinzas, que marca o início da Quaresma, e abertura da Campanha da Fraternidade 2022.

A celebração reuniu centenas de fiéis leigos, seminaristas e religiosos (as) na Catedral Nossa Senhora do Desterro, sendo concelebrada por vários presbíteros, entre eles o cura da Catedral, padre Adriano Luís Zucculin.

A celebração da imposição das cinzas tem um grande significado para os cristãos, pois é um tempo de preparação para a Páscoa do Senhor.  Esse período deve ser marcado por oração, esmola, perdão, reconciliação, penitência, caridade e conversão.

No ato da imposição das cinzas, o celebrante abençoa as cinzas, que provêm da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior, aspergindo água benta sobre elas. Com as cinzas úmidas, o presbítero, então, marca a testa ou a cabeça de cada fiel, pronunciando a seguinte frase: “ “Convertei-vos e crede no Evangelho”.

Esse gesto traz a reflexão sobre a origem e o fim de cada pessoa e também mostra a importância e a urgência de cada um buscar pela sua conversão, de renascer das cinzas, de deixar para traz todo o pecado.

No Brasil, a celebração marca também a abertura da Campanha da Fraternidade, que este ano de 2022 traz o tema  “Fraternidade e  Educação” e segue o lema bíblico, extraído de Provérbios 31,26, “Fala com sabedoria, ensina com amor”.

Em todas as 66 paróquias, uma Quase-paróquia e comunidades pertencentes à Diocese de Jundiaí  foram realizadas celebrações.

 

Rolar para cima
Rolar para cima