30 de julho de 2021

Jundiaí /SP

Missa Crismal na Catedral

“A missa Crismal, que o Bispo concelebra com o seu presbitério e dentro da qual consagra o  santo crisma e abençoa os óleos dos enfermos e dos catecúmenos, é como que a manifestação da comunhão dos presbíteros com o seu Bispo” (cf. Cerimonial dos Bispos n. 274).

Com este espírito de comunhão com o Bispo, que os presbíteros da Diocese de Jundiaí renovaram as promessas sacerdotais.

Dom Vicente Costa, Bispo Diocesano, na missa Crismal, ou conhecida como a celebração dos Santos Óleos, que aconteceu na noite desta quarta-feira, 28, em sua homilia agradeceu a Deus pelos presbíteros que o Cristo, o Bom Pastor, os confiou para cuidar: “queridos padres, me alegro com vocês, me entristeço com vocês”, afirmou o pastor da Diocese.

Em seguida, Dom Vicente falou da importância do óleo dos enfermos, que é conferido aos que estão doentes; o óleo dos catecúmenos: para os neófitos, ou seja, para os que dispõem-se para o Batismo; e por fim, o do Crisma: conferido aos recém batizados, unção nas mãos dos presbíteros e na cabeça dos bispos, bem como as paredes das Igrejas e os altares na sua dedicação.

Por fim, Dom Vicente acolheu com alegria os novos presbíteros que passarão exercer o ministério na Diocese de Jundiaí. São eles: padre Antônio Marcos Camargo, que é do clero da Arquidiocese de Campinas, e será vigário colaborador na Paróquia São Paulo Apóstolo, em Jordanésia; e os Missionários Redentoristas, que estarão presentes no Santuário Diocesano-Paróquia Senhor Bom Jesus, em Pirapora do Bom Jesus.

Confira alguns cliques da Missa Crismal.

 

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

CÚRIA DIOCESANA
DE JUNDIAÍ

Rolar para cima