Missa Crismal na Catedral

“A missa Crismal, que o Bispo concelebra com o seu presbitério e dentro da qual consagra o  santo crisma e abençoa os óleos dos enfermos e dos catecúmenos, é como que a manifestação da comunhão dos presbíteros com o seu Bispo” (cf. Cerimonial dos Bispos n. 274).

Com este espírito de comunhão com o Bispo, que os presbíteros da Diocese de Jundiaí renovaram as promessas sacerdotais.

Dom Vicente Costa, Bispo Diocesano, na missa Crismal, ou conhecida como a celebração dos Santos Óleos, que aconteceu na noite desta quarta-feira, 28, em sua homilia agradeceu a Deus pelos presbíteros que o Cristo, o Bom Pastor, os confiou para cuidar: “queridos padres, me alegro com vocês, me entristeço com vocês”, afirmou o pastor da Diocese.

Em seguida, Dom Vicente falou da importância do óleo dos enfermos, que é conferido aos que estão doentes; o óleo dos catecúmenos: para os neófitos, ou seja, para os que dispõem-se para o Batismo; e por fim, o do Crisma: conferido aos recém batizados, unção nas mãos dos presbíteros e na cabeça dos bispos, bem como as paredes das Igrejas e os altares na sua dedicação.

Por fim, Dom Vicente acolheu com alegria os novos presbíteros que passarão exercer o ministério na Diocese de Jundiaí. São eles: padre Antônio Marcos Camargo, que é do clero da Arquidiocese de Campinas, e será vigário colaborador na Paróquia São Paulo Apóstolo, em Jordanésia; e os Missionários Redentoristas, que estarão presentes no Santuário Diocesano-Paróquia Senhor Bom Jesus, em Pirapora do Bom Jesus.

Confira alguns cliques da Missa Crismal.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *