22 de fevereiro de 2024

Jundiaí /SP

Grito dos excluídos 2022: Um grito de muitas vozes

Os participantes pediram direitos básicos como moradia, alimentação,
saúde e ampliação de políticas públicas inclusivas.

A 28ª edição do Grito dos Excluídos, uma iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que acontece desde 1995 e que ocorre sempre na semana da comemoração da Independência do Brasil, trouxe o tema “Vida em primeiro lugar. – Brasil: 200 anos de (in)dependência para quem?”.

O Objetivo do evento foi o de refletir sobre a trajetória do Brasil e da população mais pobre, que ficou fora do centro das políticas da maioria dos governos ao longo desses 200 anos.

Na Diocese de Jundiaí, o evento chega à sua 12ª edição e iniciou com missa presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Arnaldo Carvalheiro, na manhã deste dia 7 de setembro, na Comunidade Santo Antônio, em Itupeva. Vários padres diocesanos concelebraram.

De acordo com a coordenação diocesana da Pastoral Fé e Política e do Conselho Diocesano de Leigos, organizadores do evento, a manifestação reuniu membros das Pastorais Sociais, Movimentos e Associações eclesiais, e fiéis diocesanos de várias localidades.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Rolar para cima