Fiéis celebram Nossa Senhora do Carmo em Jundiaí

A comunidade paroquial dedicada a Nossa Senhora do Carmo, no Parque São Luiz, em Jundiaí, se reuniu no dia 16 de julho para celebrar a sua padroeira.

O Padre Edélcio Ferreira Netto, recém apresentado auxiliar do Pároco Padre Lúcio Carlos Savieto, presidiu a Missa Festiva.

Na homilia, o presbítero destacou a humildade de Maria. “A Virgem Maria escolheu pessoas simples e humildes, para lembrá-los dos ensinamentos de seu amado Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. No caso da Virgem do Carmo, escolheu os monges que estavam sendo perseguidos”.

Padre Edélcio falou ainda que Maria, aquela que foi eleita em sua humildade, foi escolhida por Deus para ser a Mãe do Salvador e que ela também escolheu os humildes para acolherem suas mensagens, “que são um convite à oração, à conversão e à paz, já que somente os corações humildes estão abertos a ouvirem a voz de Deus”,  e completou citando o Evangelho de Lucas, Capítulo 1, versículos 46 a 48:  “Minha alma proclama a grandeza do Senhor, meu espírito se alegra em Deus, meu salvador, porque olhou para a humilhação de sua serva”.

Ao final da celebração, enquanto as pessoas se revestiam com o escapulário, abriu-se o “manto” sobre a assembleia.

Devoção a Nossa Senhora do Carmo

A devoção a Nossa Senhora do Carmo tem início no século XII, quando um grupo de eremitas se formou próximo ao Monte Carmelo, na Palestina. O propósito dos eremitas era ter um estilo de vida simples e pobre, em respeito ao profeta Elias, que também havia se refugiado naquele monte. A partir de então surgiu a Ordem dos Carmelitas, que além de tomar o profeta Elias como o seu patriarca, também venera a Virgem Maria, como a Bem Aventurada Virgem do Carmo.

Colaboração: Pascom da Paróquia Nossa Senhora do Carmo

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *