16 de outubro de 2021

Jundiaí /SP

Esposa de diácono, Luíza Gallo é mais uma vítima da Covid-19

Luíza Maria, esposa do Diácono Permanente Luiz Aristides Gallo, teve morte encefálica decretada pela equipe médica que a acompanhava no tratamento da Covid–19, na noite desta sexta-feira, dia 8 de outubro.

Luíza estava hospitalizada a cerca de 50 dias em um hospital particular de Jundiaí, onde apresentou complicações da Covid-19.

A notícia causou grande comoção à comunidade da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, de Louveira. Luíza que tinha 69 anos, era muito querida por todos. Foi secretária da Paróquia e junto do esposo, o Diácono Permanente Luíz Aristides, tinha grande atuação pastoral.

A Diocese de Jundiaí se une aos familiares neste momento tão difícil, na certeza de que Deus se compadece do ser humano e não nos abandona.

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Rolar para cima