Diocese presente na 4ª Semana Brasileira de Catequese

Ocorreu no Mosteiro de Itaici, na cidade de Indaiatuba, entre os dias 14 e 18 de novembro, a 4ª Semana Brasileira de Catequese com o lema “Nós ouvimos e sabemos que ele é o Salvador do mundo” (Jo 4, 42). O objetivo foi compreender a catequese de inspiração catecumenal a serviço da Iniciação à Vida Cristã, buscando novos caminhos para a transmissão da fé.

Estiveram presentes 425 participantes, dentre eles: 211 leigos, 118 padres, 54 religiosos, seis diáconos, sete seminaristas e 19 bispos. Também participaram Dom Leonardo Steiner, secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil ( CNBB) e Dom Otávio Ruiz Arenas, secretário geral do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização – Vaticano. A Diocese de Jundiai esteve representada pelo assessor diocesano da Comissão Bíblico-Catequética, Padre Geraldo da Cruz Bicudo de Almeida, pelo seminarista Erickson Ramos da Silva e pelos coordenadores regionais Conceição e Kleber.

Durante os cinco dias foram expostos temas e desafios atuais da catequese, oficinas de vivências e homenagens a pessoas que tiveram grande contribuição na catequese do Brasil. No primeiro dia, foi realizada a cerimônia de abertura com a apresentação das memórias das Semanas Brasileiras de Catequese anteriores, destacando o conteúdo, detalhes dos participantes e compromissos. No segundo, a primeira conferência foi do professor Edward Guimarães, da PUC-Minas, com o tema “Anunciar-testemunhar Jesus Cristo num mundo plural: novos interlocutores”. O professor Edward ressaltou que ser cristão deixou de ser um desafio diário de conversão e que a vida cristã não tem provocado mudança no agir das pessoas. A conversão deixou de ser critério de inserção na comunidade que não exige um itinerário de fé. As mudanças do mundo atual exigem que se mude o jeito de acolher e viver a fé, havendo necessidade de se superar ritos e de provocar a intimidade com Deus, uma vida nova de fraternidade e justiça, de cultivar a fé de Jesus e não simplesmente a fé em Jesus

Sobre a evangelização, Guimarães destacou ainda que os interlocutores de hoje são pessoas transformadas pela cultura secularizadas; pela experiência de novas tecnologias; pertencentes a outras religiões e outras Igrejas; avessas à religião; carentes de afeto e reconhecimento; cientes da sua liberdade e igual dignidade; excluídas da mesa da cidadania e da dignidade humana cristã.

Irmã Vera Bombonatto apresentou a 2ª conferência sobre “Seguimento de Jesus e sentido da vida”. Começou questionando o que significa seguir Jesus na sociedade pós-moderna e na cultura digital. Destacou, entre outras coisas, que o evento fundante do cristianismo é a relação profunda e pessoal com Jesus e seu projeto. Na parte da tarde, foram realizadas 20 oficinas que aprofundaram o tema geral e os temas das conferências. À noite, houve momento cultural e homenagem ao Padre Zezinho por seu trabalho de evangelização e catequese.

No terceiro dia, Dom Leomar Antonio Brustolin, bispo auxiliar de Porto Alegre (RS), iniciou a primeira conferência sobre “O Querigma e a transmissão da fé no contexto atual”. Apresentou as características e desafios do tempo atual e como transmitir o Querigma as novas gerações, principalmente a geração 4.0. Padre Thiago Faccini Paro fez a segunda conferência com o tema “Celebrar e iniciar ao mistério: a Liturgia”.

No quarto dia, Dom José Antonio Peruzzo, Arcebispo de Curitiba e presidente da Comissão Bíblico-Catequética da CNBB, falou sobre o tema: “Do encontro com Jesus ao encontro com o irmão: viver em comunidade”, destacando que “Seguir Jesus” era uma realidade possível, cujo início dependia, fundamentalmente, de um encontro pessoal com Ele, sem burocracias, sem pré-requisitos. O professor Moisés Sbardelotto falou em seguida sobre “A catequese na era digital: novas linguagens, novos processos de comunicação”.

Após o almoço, os participantes foram divididos em 20 novos grupos para uma experiência de vivência bíblica. Cada grupo recebeu um texto bíblico e teve a assessoria para a reflexão. À tarde, os participantes retornaram ao auditório para uma conferência de Dom Otávio Ruiz Arenas, secretário do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, e após o jantar, foram feitas homenagens a Irmã Israel José Nery, Therezinha Motta Lima da Cruz, Marlene Maria Silva, Dom Francisco Javier, Pe. Luiz Alves de Lima. Gratidão por todo empenho, dinamismo, reflexão e por todo o trabalho feito pela catequese no Brasil.
No último dia, foi lida a mensagem da 4ª Semana Brasileira de Catequese a todos os catequistas. Dom José Antonio Peruzzo dirigiu-se a todos e fez a considerações finais, reforçando a necessidade de sinodalidade entre todas as dioceses do Brasil com o objetivo de que a Iniciação a Vida Cristã faça parte do dia a dia do povo de Deus.

Texto e fotos: seminarista Erickson Ramos da Silva

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *