19 de maio de 2024

Jundiaí /SP

Pesquisar

Diocese de Jundiaí promove formação para candidatos à vida política

No último sábado, 6 de abril, aconteceu na Cúria Diocesana de Jundiaí o encontro de Formação sobre a Vida Política à Luz da Doutrina Social da Igreja.

Foram convidados a participar os vocacionados à vida política, ou seja, aqueles que têm pretensão de se candidatar, e autoridades civis representantes das cidades que pertencem à Diocese de Jundiaí.

A mesa foi composta por Dom Arnaldo Carvalheiro Neto, Bispo Diocesano, Pe. Carlos José Virillo, Vigário Geral, Pe. Sílvio Andrei Rodrigues, assessor político da Diocese de Jundiaí, Pe. Norberto Savietto, assessor da Pastoral Fé e Política, Pe. Antônio Carlos dos Santos, coordenador da Ação Evangelizadora, e os três palestrantes do encontro.

Pe. Antônio Aparecido Alves, membro do Centro Nacional de Fé e Política da CNBB, falou sobre o tema principal: “a formação política à luz da Doutrina Social da Igreja”, em que destacou a importância da participação dos cristãos leigos na política, em cargos eletivos, prestando um grande serviço ao bem comum e abrindo caminhos para o Evangelho no meio da política. Pe. Antônio também convidou os candidatos a fazerem uma campanha diferente, mais propositiva do que cheia de promessas, que não seja centrada no “eu vou resolver”, mas no “nós vamos discutir os problemas e encontrar um caminho juntos”, incentivando a participação dos cidadãos nas decisões, nos conselhos e audiências públicas.

O Diácono Cláudio Nitsch Medeiros, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Louveira, apresentou o tema “Hannah Arendt e a Democracia”. Hannah foi uma filósofa política alemã de origem judaica, do século 20. De seus pensamentos, o Diácono Claudio destacou: “a política baseia-se na pluralidade dos homens”.

“Prejuízos da polarização e da retórica do ódio no debate político”, com foco nas redes sociais, foi o tema da palestra do Padre Thiago Calçado, Diretor de Estudos do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Desterro. Ele destacou que os ambientes digitais são os novos espaços públicos, não mais para dialogar e discutir, mas para influenciar pessoas. Tal influência se torna mais eficaz à medida que apresenta um tom mais agressivo.

O encontro terminou com a palavra livre dos participantes.

 

Rolar para cima
Rolar para cima