25 de julho de 2024

Jundiaí /SP

Pesquisar

Diocese de Jundiaí presente nas comemorações dos 102 anos do Vicariato do Caroni

Dom Arnaldo Carvalheiro Neto e Dom Vicente Costa estão em visita pastoral missionária na Diocese de Roraima desde o dia 1º de março. Até o próximo dia 11, eles estarão com os presbíteros e seminaristas diocesanos que se encontram em missão Ad Gentes na Área Missionária Santo Isidoro, no Município de Caroebe, na Paróquia São João Batista e São Luíz, nos Municípios São João da Baliza e São Luíz do Anauá.

Dentro da programação da visita, no primeiro dia, Dom Arnaldo conheceu a sede da Rádio Monte Roraima FM, onde concedeu entrevista no programa “Manhã Viva” com Rejane Silva Paulo.  O Bispo de Jundiaí foi acompanhado da Chanceler e Secretária da Cúria Diocesana da Diocese de Roraima, Irmã Sofia Quintans Bouzada.

Da esquerda para a direita: Dom Vicente, Dom Jaime, Dom Gonzalo e Dom Arnaldo.

Nos dias que se seguiram, os Bispos de Jundiaí se juntaram a Dom Evaristo Pascoal Spengler, Bispo de Roraima, para participar das festividades do aniversário de 102 anos de fundação do Vicariato Apostólico do Caroni, na cidade de Santa Elena de Uairén, na Venezuela, a cerca de 20 km da fronteira com Brasil. Dom Gonzalo Alfredo Ontiveros Vivas, Bispo do Vicariato, é amigo pessoal de Dom Arnaldo e conheceu a Diocese de Jundiaí no mês de agosto de 2023.

A celebração contou com a presença não apenas dos bispos, mas de presbíteros, religiosos (as) e leigos representando as diversas comunidades locais.

A Missa festiva foi marcada por momentos fortes de emoção, de espiritualidade e de união. Dom Gonzalo manifestou sua alegria ao fazer memória do trabalho que foi realizado pelos padres capuchinhos; os primeiros que ali chegaram, e deixaram como ensinamento vivência e experiência de fé nesse processo de formação e de inculturação do Evangelho. O Bispo também agradeceu as presenças dos representantes das Igrejas de Roraima e de Jundiaí.

Dom Gonzalo destacou ainda que o Vicariato do Caroni está vivendo uma nova etapa, com a participação de missionários de outras igrejas locais e congregações religiosas, uma oportunidade para se integrar com a Igreja do Brasil, insistindo em que a Igreja não tem fronteiras. Ele ressaltou a mensagem de que a igreja católica é capaz de unir povos de diferentes origens em um só propósito: a vivência da fé e a busca pela paz e fraternidade, um verdadeiro sinal de comunhão e de unidade, como pede o Papa Francisco.

A região onde fica o Vicariato de Caroni é conhecida como La Gran Sabana, com paróquias e comunidades muito distantes, e conta com a maioria da população formada por indígenas do povo Pemón. Por isso, apresenta grandes dificuldades na evangelização do povo de Deus.

Depois da celebração também foram realizadas apresentações culturais típicas da região.

Com Informações da Assessoria de Comunicação do Regional Norte 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)

Rolar para cima
Rolar para cima