11 de abril de 2021

Jundiaí /SP

CNBB LANÇA EDITAL PARA A ESCOLHA DA LETRA DO HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE DE 2022

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou os editais da Campanha da Fraternidade (CF) 2022: um para a escolha da identidade visual e o outro para a letra do hino. Posteriormente, em data ainda não definida, será lançado um edital para a música, por decisão do Conselho Episcopal de Pastoral (Consep) da entidade.

A cada ano, os bispos do Consep, acolhendo as sugestões vindas dos regionais da CNBB, das organizações eclesiais, escolhem um tema e um lema para chamar a atenção sobre alguma situação que, na sociedade, precisa de cuidados para o bem de todos. Para o ano de 2022, foi escolhido o tema “FRATERNIDADE E EDUCAÇÃO”, e o lema: “FALA COM SABEDORIA, ENSINA COM AMOR” (Cf Pr 31,26).

A proposta da CF 2022, é promover um diálogo sobre a realidade educativa no Brasil, à luz da fé cristã, propondo caminhos em favor do humanismo integral e solidário. Além disso, buscará refletir sobre o papel da família, da comunidade de fé e da sociedade no processo educativo com a colaboração das instituições de ensino; incentivar propostas educativas que, enraizadas no Evangelho, promovam a dignidade humana, a experiência do transcendente, a cultura do encontro e o cuidado com a Casa Comum.

Concurso para a letra do hino

O edital para a letra do hino da CF 2022 traz algumas características que devem ser observadas pelos compositores. Com relação à letra, o candidato deverá traduzir em linguagem poética os conteúdos do tema, lema e objetivos evitando explicitações desnecessárias, moralismos ou chavões. Além disso, deve buscar inspiração na Sagrada Escritura e no Magistério da Igreja.

A força do texto deverá reavivar a esperança, a criatividade, o compromisso cristão. Deverá trazer uma  mensagem que ajudará o povo de Deus a pôr-se em marcha. Também deverá ter em todas as estrofes o mesmo número de sílabas e de acentos, ou seja, uma métrica regular e fluente. Além disso, a letra tem que ter alguma forma de rima, embora possam ser usados versos livres. Contudo, a rima, quando bem utilizada, deve facilitar a execução e a memorização do canto.

Em relação aos critérios para a análise da qualidade literária do texto serão observados, em especial, o emprego da função da linguagem mais adequada ao momento litúrgico: evocativa, exortativa, invocativa, narrativo-descritiva, experiencial, penitencial, informativa, laudativa, votiva, reflexivo-meditativa, entre outras características que podem ser encontradas no edital.

As composições deverão ser enviadas à CNBB até o dia 26 de abril de 2021, VIA SEDEX, trazendo apenas o pseudônimo (nome de fantasia) do(a) autor(a), no remetente. Dentro da correspondência, num envelope fechado, estejam o nome verdadeiro do(a) compositor(a), junto com o termo de Cessão de Direitos Autorais (Cf. ANEXO I).

Confira (AQUI) o edital, na íntegra, para a letra do hino.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Rolar para cima