20 de julho de 2024

Jundiaí /SP

Pesquisar

Celebração oficializa instalação de quase paróquia em Várzea Paulista

“Somos um templo de acolhimento e propagação do Evangelho de Jesus Cristo”.

Foram estas as palavras que resumiram a alegria e emoção sentidas pelo povo de Deus presente à celebração de Instalação Canônica da quase Paróquia Santa Luzia, na noite desta quarta-feira, dia 13 de dezembro, em Várzea Paulista, dia também em que a Igreja católica celebrou a padroeira dos oftalmologistas, dos olhos e daqueles que têm problemas de visão.

O ato de instalação da quase Paróquia indica a conquista de uma comunidade que alcançou a sua  maturidade  em busca do Reino de Deus e que, a partir de agora, ganha autonomia administrativa e pastoral e um padre para atender a realidade local e suas necessidades.

Durante a celebração, o Bispo Diocesano, Dom Arnaldo Carvalheiro Neto, também nomeou o Pe. Rafael de Araújo Santos como primeiro administrador paroquial e deu posse aos diáconos Giovane R. dos Santos e Sebastião Alves Sobrinho. E coube ao chanceler do Bispado, Pe. Lupércio Batista Martins, fazer a leitura do decreto de criação da quase Paróquia Santa Luzia e das atas de nomeação.

Nas palavras do Bispo, a festa de Santa Luzia é celebrada para que aprendamos a enxergar a presença de Jesus Cristo no próximo e naqueles que sofrem. “Esta é a verdadeira visão, a visão do amor, da caridade, do Evangelho”, disse.

Com sede na Rua Guareí, Jardim América 1, em Várzea Paulista, a igreja de Santa Luzia passa a ser referência para católicos das comunidades: Matriz, Nossa Senhora das Graças, Paulo Apóstolo e São João Batista. Seu território limita-se com a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e São José, em Jundiaí, na fronteira com os municípios de Jundiaí e Campo Limpo Paulista.

A missa que marcou esse importante momento da história da Igreja Particular de Jundiaí foi concelebrada por Dom Vicente Costa, Bispo Emérito de Jundiaí, pelo vigário geral, Pe. Carlos José Virillo, e pelo Pe. Adeílson Rodrigues dos Santos, pároco da Paróquia São Francisco de Assis, da qual a nova quase Paróquia Santa Luzia foi desmembrada. Estavam na assembleia, padres do clero diocesano, bem como vários diáconos, religiosos (as), seminaristas e centenas de fiéis. Um grande número de pessoas, impossibilitadas de marcarem presença na celebração, acompanharam a transmissão da missa pelas páginas do Facebook da futura Paróquia a da Diocese de Jundiaí.

 

Rolar para cima
Rolar para cima