30 de junho de 2022

Jundiaí /SP

84ª Assembleia conclui o segundo dia de trabalhos

A partir da apresentação de Dom Odilo Scherer sobre os 15 anos da Conferência de Aparecida, os bispos e padres, reunidos em Itaici, entre eles Dom Vicente Costa, nosso Bispo Diocesano, e o Padre Leandro Megeto, refletiram os desafios pastorais do tempo presente e a necessidade da organização de Comissões de Animação Bíblica nas dioceses paulistas.

Conversão pastoral e centralidade bíblica integram o segundo dia da Assembleia do Regional Sul 1

O segundo dia da 84ª Assembleia dos Bispos do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), realizada no Mosteiro de Itaici, em Indaiatuba (SP), foi marcado pela apresentação central do evento: os 15 anos da V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe, conhecida também como Conferência de Aparecida.

A reflexão da primeira sessão foi conduzida pelo Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo. Durante sua fala, o prelado destacou as questões mais importantes no Documento de Aparecida, avaliou o que já caminhou na vida e missão da Igreja, a partir da Conferência de Aparecida, e discerniu com os presentes sobre o que ainda precisa ser retomado e colocado em prática.

A reflexão abordou também as novas questões que desafiam a vida e a missão eclesiais depois da Conferência e afirmou que, no texto de Aparecida, “é marcante o encontro pessoal com Jesus Cristo e seu Evangelho. A partir disso, também a renovação missionária”.

Assim, Dom Odilo ressaltou que, na Conferência, há um forte chamado à missão para que a Igreja consiga “reconhecer a necessidade da conversão, não apenas em sua dimensão moral, mas também nos métodos que não estão sendo adequados para o verdadeiro anúncio do Evangelho, assim como nos ensina o Papa Francisco”.

Para o Pe. João Victor Fransoia Bonzanini, coordenador diocesano de pastoral de Itapeva (SP), que participa pela primeira vez da Assembleia, a reflexão do Cardeal Scherer foi ao encontro da realidade eclesial, para que as dioceses possam renovar a vida pastoral e, com isso, todo o povo de Deus, “se abra ao encontro com o Senhor na missão da qual todos fazemos parte pelo Batismo”, disse o jovem padre.

Conversão pastoral

Os trabalhos de hoje também contaram com a assessoria do Bispo Diocesano de Barretos (SP), Dom Milton Kenan Júnior, referencial da Comissão de Animação Bíblica da Pastoral no Regional Sul 1 da CNBB.

Em sua fala, Dom Milton tratou a necessidade de uma organização mínima nas dioceses para fazer da animação bíblica um eixo transversal da pastoral. Ele também ressaltou que a formação, o anúncio do Evangelho e a oração compõem os três eixos propostos pela Conferência Episcopal como indicações para todas as atividades pastorais.

“O Documento de Aparecida nos diz que a conversão pastoral exige dar à Sagrada Escritura a sua centralidade, desencadeando processos de formação dos discípulos missionários à luz da Palavra de Deus”, explicou o bispo referencial ao afirmar que, na renovação da pastoral, “somente a Palavra de Deus torna-se o elemento que permite um discernimento lúcido, capaz de compreender a ação do Espírito Santo no nosso tempo que nos interpela pelos desafios dentro e fora da Igreja”.

Diante das afirmações de Dom Milton, o Pe. Thiago Reis, secretário da Sub-região pastoral Ribeirão Preto II (RP II), o cenário atual, refletido também pelo Cardeal Scherer, na primeira sessão, “é uma grande oportunidade para redescobrirmos a força da Palavra de Deus na ação evangelizadora”.

Segundo ele, “a organização das comissões bíblico-catequéticas nas dioceses serão uma grande oportunidade dos cristãos fazerem a experiência com a Palavra de Deus”.

A apresentação do relatório econômico e reuniões reservadas dos bispos e dos padres coordenadores diocesanos de pastoral também fizeram parte da programação de hoje na Assembleia.

Fonte: assessoria de Imprensa do Regional Sul 1

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Rolar para cima