Rainha da Paz inaugura nova oficina de adaptação de cadeiras de rodas em parceria com o povo japonês

O dia 19 de setembro foi muito feliz na Associação Beneficente Rainha da Paz, instituição beneficente católica vinculada à Paróquia Bom Pastor, em Santana de Parnaíba. Foi o dia da inauguração da nova oficina de adaptação de cadeiras de rodas, tão necessárias aos assistidos.

O cônsul-geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, o prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar, representantes do poder legislativo estadual e municipal, voluntários, colaboradores, assistidos e seus familiares estiveram presentes. O pároco, padre Paulo Toni Jr., abençoou o novo local de trabalho e também o povo japonês: “Agradecemos a Deus por esta dádiva e pedimos suas bênçãos para esta casa e também para o povo japonês, que tem uma presença tão forte em nosso país. A todos, pedimos saúde do corpo e proteção da alma”.

O projeto de ampliação da oficina ortopédica foi apresentado ao consulado japonês no início do ano e, logo, conseguiu o apoio da comunidade japonesa, por meio do Programa de Assistência a Projetos Comunitários e de Segurança Humana que o governo do Japão mantém em vários países. O salto na qualidade do serviço que a instituição presta a seus mais de 400 assistidos foi grandioso. A oficina contava com 30 m², agora, passa a ter um total de 310 m².

“Estamos muito felizes com a realização desta obra, pois vamos conseguir atender a demanda pelas cadeiras adaptadas. O projeto estava na gaveta esperando a oportunidade de uma parceria e Nossa Senhora enviou essas pessoas maravilhosas do consulado do Japão; então, tínhamos que fazer tudo muito bem feito para ela e para nossas crianças”, comemora Walter Nicolosi, presidente da Rainha da Paz.

A parceria se deu após o processo de certificação da instituição. O contrato foi assinado no início de fevereiro e as obras começaram em seguida. “Fico muito contente de estar presente na inauguração da oficina. A Rainha da Paz faz um trabalho bonito e digno em prol dos irmãos que têm deficiência mental e física, e nós respeitamos muito todo o esforço e a dedicação para ajudar famílias carentes. É muito bom saber que a cooperação japonesa está sendo eficaz e espero que essa oficina contribua muito para as atividades desta associação beneficente”, afirma Yasushi Noguchi.

O novo espaço conta com sala para máquinas de corte e armazenamento, sala para montagem das adaptações e ferramentas, local para guardar cadeiras de rodas montadas e a serem montadas, sala para prova e adaptações, além do almoxarifado. Com as novas instalações, foi otimizada também a utilização de outros espaços que ficavam sobrecarregados de cadeiras de rodas e que, agora, servem para o convívio dos assistidos e de seus cuidadores.

Nós trabalhávamos num espaço muito pequeno, onde tínhamos todos os processos da montagem das cadeiras de rodas em um mesmo lugar. Ter essas áreas definidas torna o espaço mais adequado para a produção e propicia maior durabilidade para as cadeiras, pois as cadeiras de rodas prontas não ficarão mais expostas aos micropoluente do corte da madeira”, explica a terapeuta ocupacional Daniele Poppst Swerts. Ela também falou sobre a importância deste item para a evolução das crianças e adultos atendidos: “A cadeira de rodas é parte fundamental do processo de reabilitação, pois, além de permitir posicionamento adequado para a alimentação e o brincar, previne deformidades de quadril e coluna, evitando, muitas vezes, os procedimentos cirúrgicos. É também um equipamento que permite a inclusão escolar e social: muitos usuários puderam ir para a escola porque receberam a cadeira de rodas, e este equipamento ainda garante a locomoção por seus responsáveis para consultas médias e passeios.”   

Adriana Maria de Andrade, mãe do assistido André (15 anos), participou da inauguração. Emocionada e feliz, ela declarou: “Essa nova oficina era o que nossas crianças estavam precisando. A cadeira de rodas do meu filho já foi trocada quatro vezes e a melhora dele tem sido maravilhosa! A rainha da Paz é nossa segunda casa”, arremata Adriana.

Colaboração: Even Sacchi Ambrosio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *