20 de abril de 2024

Jundiaí /SP

Catequistas em busca do Saber

“Que maravilhoso ver uma Comissão preocupada com a minha formação!”, afirmou Carmelita Dias, Coordenadora da Comissão Paroquial de Catequese, na Paróquia São Sebastião, de Cajamar, ao final da 32ª Concentração Diocesana para Catequistas, realizada no último domingo, dia 27, na Arena de Eventos de Santana de Parnaíba. Após 25 anos como catequista, Carmelita valoriza esses encontros, pois como gosta de dizer aos catequistas de sua paróquia, pois trata-se de “um momento único, um encontro verdadeiro com a pessoa de Jesus Cristo. Participar destes encontros me proporciona estar renovada para continuar na missão”, completa.

Na edição deste ano do encontro, a Comissão Pastoral para Animação Bíblico Catequética preparou a apresentação de quatro documentos importantes da Igreja, com vistas na celebração do Jubileu de 2025, Ano Santo proclamado pelo Papa Francisco, que será animado pelo tema: “peregrinos da Esperança”.

O Bispo Diocesano, Dom Arnaldo Carvalheiro Neto, impossibilitado de comparecer, se fez presente por meio de uma carta, que foi lida pelo Pe. Erickson Ramos da Silva, Assessor Eclesiástico da Comissão, na Santa Missa de abertura. Na mensagem enviada, Dom Arnaldo agradeceu o `sim` generoso de cada catequista, animando a cada um com o mandato do Senhor: “Ide por todo mundo e pregai o Evangelho a toda criatura”.

A Missa foi concelebrada pelos Pes. Antônio Carlos dos Santos, Coordenador Diocesano da Ação Evangelizadora e Pároco da Paróquia Cristo Rei, e Adeilson Rodrigues dos Santos, Assessor Eclesiástico das Novas Comunidades e Pároco da Paróquia São Francisco de Assis, de Várzea Paulista.

Os Pes. Norberto Savietto, Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de Santana de Parnaíba, e Adriano Ferreira Rodrigues, Pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima, de Jundiaí, também marcaram presença, acompanhando os catequistas de suas paróquias.

A 32ª Concentração foi momento especial, que marcou a vida de Aliandro Roberto Rio para sempre. Aliandro foi instituído ao Ministério de Catequista. “Hoje renovei o meu sim e senti a força do Espírito Santo agindo na catequese e a grandeza dessa missão”, disse ele, que representa a Paróquia Nossa Senhora da Piedade, de Várzea Paulista, e há três anos foi se “apaixonando aos poucos pela catequese” e agora pode atestar “o quanto ela é imprescindível na vida da Igreja”.

As centenas de catequistas presentes no encontro, vindos de todos os cantos da Diocese, puderam participar de momentos formativos. “A marca caraterística da Concentração Diocesana de Catequistas é o “Saber”, informa o Pe. Erickon.  “E neste ano, as palestras trataram de quatro documentos do Concílio Vaticano II”, declara.

Para a primeira palestra, que teve como tema “A importância das constituições conciliares Lumen Gentium e Gaudium et spes”, o convidado foi o professor Professor Raylson Araújo, que apresentou o contexto histórico e eclesial em que foi celebrado o Concílio Vaticano II. “Foi um verdadeiro passeio pela história dos Concílios e um aprofundamento na natureza e missão da Igreja”, confirma Pe. Erickson.

Já o Pe. Diego Araújo, do clero da Diocese de Mogi das Cruzes, conduziu a segunda palestra, sobre as “Constituições Sacrosanctum Concilium e Dei Verbum e a sua importância para catequese”. Com muita caridade, ele alertou sobre a importância do catequista conhecer com maior profundidade o Concílio Vaticano II.

Antes do encerramento, Pe. Erickson agradeceu a sra. Conceição Amália, que na ocasião concluiu o período de sua coordenação diocesana, e aos organizadores e participantes.

Ao se despedir, Conceição Amália leu uma carta, na qual agradeceu a Comissão e animou a todos a continuarem firmes na fé.

Para ocupar o lugar deixado por Conceição na coordenação, Rodrigo Marques, paroquiano do Santuário Diocesano Santa Rita de Cássia, de Jundiaí, foi apresentado como novo Coordenador Diocesano. Rodrigo, em suas primeiras palavras, proclamou o Salmo 137 “Ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Completai em mim a obra começada!”.

Participar da 32ª Concentração de Catequistas para Solange Aparecida S. de Oliveira, Coordenadora geral da Comissão Paroquial da ABC, na Paróquia Jesus de Nazaré, de Cabreúva, “foi um carinho de Deus”. Solange, que participa da Comissão Paroquial desde 2004, afirma que cada Concentração é única para ela, pois sempre se sente uma verdadeira aprendiz.  Com ela, a Paróquia Jesus de Nazaré esteve representada no evento por mais 10 Catequistas. “Ouvimos atentamente sobre a importância dos estudos sobre os documentos Sacrosanctum Concilium (SC); Lumen Gentium (LG); Dei Verbum (DV) e Gaudium et spes (GS) tão bem explicados pelo Prof. Raylson e Pe. Diego. A importância em participar de cada Concentração, nos permite estar reunidos como uma grande família, em que cada membro enriquece sua espiritualidade para que, com a virtude da humildade, possamos formar novos discípulos fervorosos e missionários de Jesus Cristo através da Catequese. Somos a Vela de Cristo no mundo!”, concluiu.

Fotos: Comissão ABC

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Rolar para cima