18 de maio de 2024

Jundiaí /SP

Pesquisar

44ª AIP: Três décadas de colaboração na África e Região Amazônica

A 44ª Assembleia das Igrejas Particulares do Regional (AIP) do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) consagrou o domingo, dia 22, à missionariedade; acompanhando a celebração do Dia Mundial das Missões.

A primeira sessão da última etapa do encontro foi especialmente consagrado à intercessão de São João Paulo II. “Um grande missionário que teve os jovens como seu grande amor”, sublinhou o Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo e secretário da entidade junto ao episcopado paulista, Dom Carlos Silva.

A contextualização histórica da ação missionária do Regional Sul 1, especialmente no Continente Africano e na Amazônia, foi realizada pelo Bispo Diocesano de Mogi das Cruzes, Dom Pedro Luiz Stringhini. O religioso recordou o início das ações, na região amazônica, em 1994, a partir da atuação de Dom Eduardo Koaik. Hoje, quase 30 anos depois, quatro padres seguem em missão. A fala de Dom Stringhini foi permeada pelos testemunhos dos presbíteros enviados para aquela região.

 Ad gentes
Em 18 de março de 2018, na Catedral de Campinas, foi celebrada a Missa de envio dos missionários que foram servir à Diocese de Pemba, em Moçambique; resposta ao apelo do bispo brasileiro que, à época, servia no Continente Africano, Dom Luiz Fernando Lisboa. Ainda em 2018 foram dados os primeiros passos afim de conscientizar a população acerca do trabalho missionário e de sua importância.

Testemunho

A missionária Helena Pereira de Lima, em preparação para atuar na Amazônia, participava de formação em Brasília. “Eu vim te buscar para a África”. As palavras de Dom Fernando Lisboa sensibilizaram a leiga que, em 2018, seguiu para Pemba (que conta com duas frentes de atuação: urbana e rural).

A voluntária cuidou, inicialmente, de casa de acolhida aos missionários de vários países (como França e Portugal, por exemplo). Com o tempo, o contato com o povo pareceu fazer falta. “Mas aquele também era um trabalho de evangelização. Depois eu criei uma ação com mulheres, a cada 15 dias. Aquilo me permitiu conhecer a cultura daquele povo”, disse. Helena testemunhou a importância das contribuições enviadas e os benefícios gerados. “Dia 20 de novembro eu volto à Pemba”.

A ação missionária em Moçambique já enviou 27 missionários em nome do Regional Sul 1. O Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro, Cardeal Scherer, também interagiu com o povo naquela realidade.

Desafios

Maior divulgação, insuficiente adesão de voluntários, dificuldade de inculturação, mobilização para angariar recursos foram apontados por Dom Stringhini que, na década de 70, passou dois anos na Região Amazônica. Depois de 40 anos o bispo retornou àquela realidade. “Ninguém volta igual dessa experiência”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Regional Sul 1 da CNBB
Fotos: José Ferreira Neto e André Botelho | Pascom Regional Sul 1

Rolar para cima
Rolar para cima