O bem comum e a prática da justiça evangélica

 

Com o objetivo de criar espaços de divulgação, formação e reflexão sobre a Doutrina Social da Igreja, destacando seus fundamentos e motivando mobilizações e ações sociais, a Cáritas Diocesana de Jundiaí em parceria com o Núcleo Diocesano de Formação Fé e Política “Dom Amaury Castanho” organizaram, em 2017, um ciclo de quatro Encontros dirigidos a toda a Diocese de Jundiaí, conhecido como Fórum Cáritas e DSI.

A proposta foi desafiadora, incentivando as lideranças e agentes de pastorais para aprofundar o conhecimento nos documentos da Igreja, através de encontros reflexivos e apresentação de testemunhos de pessoas que vivenciam a Doutrina Social da Igreja em suas vidas.

Fruto destes encontros, ocorreu neste ano, entre os meses de fevereiro e março, quando o Padre Samuel Maciel Romão, pároco da Paróquia São José, do Parque Almerinda Chaves, bairro de periferia da cidade de Jundiaí, convidou a equipe de coordenadores dos Fórum Cáritas e DSI para realizarem a formação aos seus paroquianos, em especial aos coordenadores das diversas pastorais paroquiais e comunitárias.

O testemunho do Padre Samuel transcrito neste artigo, sobre a experiência vivida em sua comunidade paroquial, traz a certeza que estamos construindo um novo caminhar onde a formação e a prática se complementam e o testemunho cristão é vivenciado em busca da justiça e da solidariedade aos mais pobres. Motivando essa formação descentralizada para outras paroquias ou comunidades.

Diz Padre Samuel “ O Fórum Cáritas e DSI na Paróquia São José, surgiu a partir da necessidade de melhor definir questões mais urgentes dos cristãos leigos e leigas, em favor da luta pela justiça social, sobretudo nesse tempo onde a política de nosso país está fortemente manchada pela corrupção. Para melhor instruir nossos agentes pastorais quanto a posição da Igreja frente a tudo isso, vimos nessa formação a oportunidade de melhor posicionar os fiéis católicos no seu papel incisivo na política. À luz da Palavra, do Magistério da Igreja e da Tradição, o curso ofereceu-nos maior clareza sobre diversos assuntos referente à justiça social da Igreja, que visa o bem comum na prática da justiça evangélica. Destacou a missão real dos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade, conforme Documento 105 da CNBB. Haja vista, como pároco responsável pela inserção dos fiéis no âmbito supracitado, o curso veio ao encontro da capacitação de alguns leigos na construção da Pastoral Fé e Política Paroquial, ao qual lançaremos sua missão a partir do dia 19 de abril deste ano. Desde então, aspiramos promover outros encontros relacionados, como às próximas eleições, por exemplo. Nossa expectativa é despertar nas pessoas maior interesse e compromisso pelo bem comum, de modo que descruzemos os braços e lutemos em favor dos mais pequeninos”.

Encerrando o ciclo de encontros na Paróquia São José o Núcleo Cáritas Caridade Justiça e Paz promoverá um Cine Debate, motivados pelo documentário Dom Helder Câmara “O Santo Rebelde”, vamos juntos conversar sobre o bem comum e a prática da justiça evangélica.

Maria Rosangela Moretti – Núcleo Cáritas Caridade Justiça e Paz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *